• A Membrana Epirretiniana é uma doença comum que afeta ambos os sexos, sendo mais comum após 40 anos de idade.
  • É caracterizada pela formação de um tecido muito fino que enrruga a mácula.
  • Os principais sintomas são a baixa acuidade visual e a visão destorcida (metamorfopsia).
  • O OCT (Tomografia de Coerência Óptica)avalia o grau do edema da retina, bem como a integridade das camadas mais externas da retina.
  • Essa avaliação correlaciona-se com o prognóstico e importante para indicação cirúrgica e acompanhamento.
  • A Angiografia pode auxiliar na indicação da cirurgia.
  • O tratamento é através da Cirurgia de Vitrectomia Posterior com remoção da membrana epirretiniana e da membrana limitante interna.
  • Os pacientes podem evoluir para catarata após a cirurgia, por isso, em alguns casos, realizam-se ambas cirurgias no mesmo ato.
  • A cirurgia deve ser feita de forma precoce, pois os casos inicias podem recuperar totalmente a visão.
  • As indicações da cirurgia são: paciente com visão pior que 20/40 e/ou com metamorfopsia.
CMBR
HOBR
DAY
hospital_olhorodape_15
BEIRARIO
GASTROS