1. É a separação da retina, camada mais interna do olho, do restante da sua estrutura.
  2. Como a retina é a camada mais importante, complexa e delicada, além de ser a captadora das imagens, seu descolamento provoca perda imediata da visão relacionada a área desprendida.
  3. O paciente comumente queixa-se de manchas escuras e flutuantes no campo visual, flashes de luzes e sensação de uma cortina densa, caindo parcialmente sobre os olhos.
  4. Os pacientes não tratados perdem a visão central e periférica.
  5. O descolamento de retina pode ocorrer em qualquer faixa etária, sendo mais comum em pacientes com alta miopia, naqueles submetidos a forte traumatismos oculares ou cirurgias prévias.
  6. O  exame mais importante é o mapeamento de retina.
  7. OCT ajuda identificar complicações.
  8. Os pacientes com flashes de luz ou floaters – moscas volantes, devem ser avaliados imediatamente.
  9. Os pacientes com roturas na retina, devem ser tratados imediatamente com laser.
DR

O tratamento é cirúrgico (Vitrectomia Posterior ou Retinopexia) e o prognóstico visual ainda hoje é muito variável, dependendo do tempo de inicio, local e extensão da retina descolada.
A cirurgia deve ser feita o quanto antes, pois a medida em que a retina permanece descolada, as chances de recuperação são menores.

Não tratado corretamente pode causar perda irreversível da visão.

CMBR
HOBR
DAY
hospital_olhorodape_15
BEIRARIO
GASTROS