O buraco de mácula é uma doença comum que afeta mais mulheres que homens, a partir dos 40 anos de idade.
Os pacientes não tratados perdem a capacidade de ler e refere embaçamento central e tortuosidade visual, mas mantêm a visão periférica.
É caracterizado pela formação de uma solução de continuidade (buraco) no centro da mácula, causado por uma alteração da aderência vítreo-retiniana.

O exame mais importante é o OCT (Tomografia de Coerência Óptica), exame padrão-ouro.
O tratamento é com Cirurgia de Vitrectomia Posterior com colocação de gás.
Os pacientes geralmente evoluem para catarata após a cirurgia de buraco de mácula, por isso, em alguns casos, realizam-se ambas cirurgias no mesmo ato.
A cirurgia deve ser feita de forma precoce, pois os casos inicias podem recuperar totalmente a visão.

Tela-de-AMSLER

Tela de AMSLER

buracomacular

CMBR
HOBR
DAY
hospital_olhorodape_15
BEIRARIO
GASTROS